Viva Anitta

Um cidadão gordinho e descarado, num site meio gordinho e descarado, semelhante ao que ocorreu nas margens do Ipiranga, ergueu sua espada e proclamou que “Anitta é a última instituição nacional funcionando plenamente”. Os fãs de Chico Buarque protestam com abaixo-assinados e cartas abertas de artistas e intelectuais; os defensores da alta cultura rasgam suas vestes e concluem que os comunistas gramscianos, em conluio com os socialistas fabianos, destruíram a cultura do nosso país. No entanto, para infelicidade geral, o gordinho descarado parece ter razão! Vejamos:

1) Considerando as declarações do sr. Emilio Odebrecht de que desde o governo Sarney encomenda-se leis e emendas constitucionais para juristas profissionais, e paga-se parlamentares para votar suas aprovações, é razoável concluir que já não temos instituído um dos poderes da República;

2) Considerando as declarações do filho do sr. Emilio Odebrecht, validadas pelas confissões em várias ‘delações premiadas’, o poder executivo se move tão-somente pela corrupção. Logo, podemos concluir que já não temos instituídos 2 poderes da República;

3) Considerando que – já dizem – as próximas etapas da Lava Jato visam membros do Judiciário, pelo andar da carruagem, estamos próximos de concluir que já não teremos instituídos nenhum dos poderes da República.

Portanto, depois de esculhambar com a – até então – sólida Teoria do Estado de Montesquieu, só podemos glorificar e incensar, junto com o gordinho descarado da internet, aquilo que nos restou: a total esculhambação da música pop. Viva Anitta!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-spam device *