Livros selecionados de março

Posted on

Destaque: Michael Oakeshott

Embora pouco conhecido no Brasil, Oakeshott é considerado um dos mais importantes filósofos conservadores do século XX. Na teoria política, foi crítico do racionalismo moderno, e um tema recorrente nos seus escritos sobre a vida moral e política é a tensão entre a individualidade, que implica pluralidade, e a sua negação, a que ele chama barbarismo. Para Oakeshott, a liberdade individual é ameaçada quando a política é concebida apenas como a busca de ideais. Portanto, o papel da filosofia política não é gerar ideologias ou recomendar políticas, mas compreender a atividade política a partir de seus pressupostos.

Seu último livro, The Voice of Liberal Learning (1989), reúne ensaios sobre o valor da educação liberal não como um ensino direcionado a formar trabalhadores, mas como um convite e uma iniciação aos diversos idiomas do conhecimento humano.

 

A Política da fé e a Política do Ceticismo
Michael Oakeshott
Páginas: 232
É Realizações
Compre na Amazon por: R$ 42,53

Oakeshott apresenta as duas posturas que polarizam a condução da política desde o início da modernidade: de um lado, a política da fé, que confia na capacidade governamental de solucionar problemas. De outro, a política do ceticismo, que, em lugar de instituir um fim comum aos cidadãos, assegura que os indivíduos disponham de espaço para seguir os seus propósitos. As duas atitudes são inelimináveis no mundo moderno, e ambas apresentam riscos; a predominância da política da fé, no entanto, leva o autor a enfatizar a necessidade de aprendermos com o pensamento cético.

A voz da educação liberal
Michael Oakeshott
Páginas: 350
Editora Âyiné
Compre na Amazon por: R$ 51,90

Como pode uma universidade responder à atual aversão ao isolamento, à crença de que há meios melhores de se tornar humano do que aprendendo-o e ao desejo de receber uma doutrina em vez de ser iniciado em uma conversa? Eis a reflexão que Oakeshott apresenta, abordando o difícil dilema de uma instituição que precisa estar no mundo, fazer parte dele, ao mesmo tempo em que lhe é imperativo deslocar-se, colocar-se à parte.

A tirania dos especialistas
Martim Vasques da Cunha
Páginas:196
Compre na Amazon por: R$ 23,20

Aborda o conflito entre a visão abstrata da sociedade, comum aos intelectuais que passaram a querer reger o mundo, e uma revoltada por aqueles que se sentem excluídos e desprezados politica e culturalmente. Ambos pretendem impor projetos totalitários apelando a uma retórica apocaliptica de que o mundo está em perigo e é preciso agir. O problema é que os projetos são antagônicos e, assim, nos tornamos reféns de dois projetos totalitários.

O contágio da mentira: Como sobreviver na cultura do corona
Martim Vasques da Cunha
Páginas: 96 (p/ Kindle)
Editora Âyiné
Compre na Amazon por: R$ 13,41

O ensaio explica que a crise de hierarquia surgida com a pandemia da covid-19 não ocorreu somente no mundo da natureza ou no da cultura. Ela se deu sobretudo no mundo das elites intelectuais e políticas. No meio do caos, a mentira impera e contagia aqueles que deveriam combatê-la a todo custo: os intelectuais, os escritores, os jornalistas e os pesquisadores da ciência.

Sobre a natureza humana
Roger Scruton
Páginas: 142
Editora Record
Compre na Amazon por: R$ 31,43

Confrontando a visão dos psicólogos evolucionistas, moralistas utilitários e materialistas filosóficos como Richard Dawkins e Daniel Dennett, Scruton argumenta que seres humanos não podem ser explicados simplesmente como objetos biológicos. Não somos apenas animais humanos: somos pessoas, essencialmente ligadas a outras pessoas por obrigações e direitos.

Filosofia e Antifilosofia
Michele Federico Sciacca
Páginas: 144
É Realizações
Compre na Amazon por: R$ 46,61

São 5 lições do grande filósofo italiano, prununciadas como conferências em 1967. Sciacca coloca em oposição a tarefa filosófica de buscar o connhecimento, a verdade, e a mera curiosidade que leva somente a opiniões superficiais, embora sem pretendam definitivas. Diante do problema, Sciacca propõe uma solução que passa pelo retorno ao estudo da Metafísica para restituir um Sistema filosófico comprometido apenas com a verdade.

Pela supressão dos partidos políticos
Simone Weil
Páginas: 107
Editora Âyiné
Compre na Amazon por: R$ 20,30

Suprimir os partidos políticos. Todos, sem exceção. Enquanto organizações hierárquicas e rígidas, eles são por definição autoritários e repressivos, mostrando na maior parte dos casos um desrespeito absoluto pela coisa publica, e um talento indescritível em assaltar o erário. Um breve e importante ensaio.

Sobre o Relativismo Pós-Moderno e a Fantasia Fascista da Esquerda Identitária
Antonio Risério
Páginas: 199
Topbooks
Compre na Amazon por: R$ 43,92

Antonio Risério desafia, de peito aberto, o relativismo pós-moderno e o fascismo identitária que coloca a universidade sob o seu controle, na base do chicote e da rédea curta. O ensaio de Risério é, na verdade, um protesto em defesa do verdadeiro convívio político e cultural, da vida ao ar livre da democracia.

Deixe uma resposta